Divulgação de Eventos Culturais no Porto

Festa dos 3 Reis Magos no Porto

A festa aos três Reis Magos no Porto era ao nível do São João

Noutros tempos e por esta altura do ano, o Porto estaria a viver intensamente uma grande festividade popular. A festa aos três Reis Magos, que chegou a estar ao nível do São João, acabou por cair em esquecimento. Tinha como principal local de celebração uma capela que já não se encontra no mesmo local.

Nos dias de hoje não há qualquer dúvida sobre qual é a festa mais acarinhada pelos portuenses. Apesar de não ser o o padroeiro da cidade, o S. João tem um lugar de destaque na vida dos habitantes da Invicta. Contudo, nem sempre foi assim: os relatos históricos mostram que em tempos existiram festejos que concorriam em popularidade com a tradicional celebração do São João.

Era a festa aos 3 Reis Magos, e que, segundo o jornalista e divulgador de história da cidade do Porto, Germano Silva, “chegou a ombrear com a do São João”. “A festa era animada e chegou, em certas épocas, a rivalizar, em popularidade e entusiasmo popular, com a do tradicional São João tripeiro”, escrevia numa crónica publicada em 2016 na revista Visão.

“A festa aos três Reis Magos, também referenciados como três santos reis Magos, que se celebra entre os dias 1 e 6 de janeiro”, mobilizava a cidade para grandes festejos em honra de Gaspar, Baltazar e Belchior: “Grupos de pessoas, mais ou menos organizados, por ruas – a trupe das Eirinhas; por profissões – o grupo dos empregados da Carris; por coletividades – os reiseiros dos Unidinhos da Sé, percorriam as ruas da cidade cantando os reis de porta em porta, sempre de noite, em atenção ao pormenor de os Magos terem sido guiados por uma estrela, logo de noite”.

A origem desta tradição remonta ao século XV. Algumas centenas de anos mais tarde as festas passaram a ter o seu ponto central numa capela anexa ao antigo Palacete dos Monteiro Moreira, que se localizava na atual Praça da Liberdade. O templo era consagrado aos 3 Reis Magos e congregava as celebrações.

O palacete – que veio a albergar a Câmara do Porto durante quase 100 anos seria demolido para aumentar a Avenida dos Aliados, no início do século XX. E a referida Capela dos 3 Reis Magos também abandonou a sua localização original. No entanto, escapou ao esquecimento com um destino improvável: adquirida por um rico proprietário de Pocariça, no concelho de Cantanhede, viria a ser transportada para lá.

“Quando a capela começou a ser desmontada, as pedras foram todas numeradas e transportadas de comboio até Cantanhede. E de Cantanhede até Pocariça, as pedras foram transportadas em carros de bois”, contava o arqueólogo Joel Cleto. Após a reconstrução, o templo passou a ser dedicado a São Tomé. Mas a memória das festas portuenses aos 3 Reis Magos continua presente.


Descobre aqui outras curiosidades acerca do Porto.

Fonte: Porto.

Festa dos 3 Reis Magos no Porto

Newsletter

Sabe qual é a origem do nome Castelo do Queijo ou da expressão “Fino como o alho”? (…)

Tours no Douro

Disfrute de um cruzeiro panorâmico pelo Douro. Visite as Adegas  Navegue pelo rio Douro ao longo da rota dos antigos Barcos Rabelos.
Aqui pode encontrar as melhores casas de fado da cidade. Espectáculos de fado (Segunda a Domingo)

Agenda Cultural do Porto

Festa dos 3 Reis Magos no Porto