O guia de eventos mais completo e atualizado do Porto

Koiné First Hand #4

Koiné First Hand #4

Koiné First Hand #4

Sala M.Ou.Co.| Porto

10,00€

COMPRAR

Koinè é um grupo musical residente na cidade do Porto que desenvolve um trabalho de composição e interpretação sobre a fricção das diferentes linguagens de seus membros. O nome faz referência à expressão grega “κοιν? δι?λεκτος” (koinè dialéktikòs, literalmente “língua comum”) usada a partir do século 4 a.C. para identificar o resultado da miscigenação de dialetos preexistentes que constitui o primeiro idioma comercial e cultural comum à totalidade do mundo helénico na sua época de maior expansão.
O projeto Koinè é marcado, nos conteúdos e nos métodos, pela integração de diferentes línguas e linguagens e pela partilha do trabalho criativo, com a expectativa de contribuir para a ampliação do terreno comum da comunicação musical e cultural. Munido de instrumental composto por vibrafone, bateria, percussão, contrabaixo, flauta transversal, voz, guitarra clássica e violão tenor, o grupo transita entre a música clássica contemporânea, o jazz e diferentes gêneros do cancioneiro português, brasileiro e italiano.
Em 2018, Chico Bastos, Saulo Giovannini e Romain Valentino iniciaram um trabalho de imersão musical que culminou na criação de um trio, intitulado Koinè. Os três músicos em frequentes reuniões, delinearam a concepção musical do projeto e logo, apresentaram-se em diversos concertos na cidade do Porto, com um repertório baseado em canções de músicas do mundo. Em 2019 o grupo fez turnê em Milão, na Itália, com a participação do baterista Felipe Bastos, que desde então se tornou membro do grupo. Surgiu naquele momento a vontade de criar um disco com canções inéditas, compostas pelos próprios integrantes. A ideia foi desenvolvida meticulosamente durante a pandemia de covid-19 em 2020, quando os músicos se viram afastados das atividades usuais. Nessa altura surge a necessidade da adição de um contrabaixista, Gianni Narduzzi, colega de Felipe Bastos na universidade ESMAE, foi então convidado para o trabalho e o quinteto se consolidou. A partir de então, o grupo planejou quais seriam as diretrizes e ideologias do álbum e decidiram convidar outros artistas para dar forma ao projeto. Cristóvão Bastos, Rafael Martinni e Attilio Zanchi, Marcelo Amazonas e Maurício Ribeiro foram os arranjadores convidados. Somou-se ainda ao grupo a artista plástica Viola Ottomari (com seus desenhos e design do disco), e o cineasta Ritshall Ramesh, que contribuíram com a construção da identidade visual do projeto. Com a equipa definida e os arranjos concluídos, o grupo realizou uma residência artística em Melgaço, no norte de Portugal, elaborando assim, a identidade visual do disco Koinè e o registro em vídeo de algumas faixas. Através da campanha de financiamento coletivo, o grupo reuniu fundos para a execução do disco, e foram gravadas e misturadas onze faixas nos estúdios ARDA, no Porto, sob supervisão do engenheiro de som Carlos Fuchs. Com enorme satisfação, o Koinè lança seu primeiro trabalho autoral, e não poderia ser em um lugar se não na cidade do Porto.

Data

11 Mar 2022
Expired!

Hora

21:30
M.Ou.Co

Localização

M.Ou.Co
R. de Frei Heitor Pinto 65, 4300-252 Porto
Categorias
Anuncia-na-Agenda
Anuncia-na-Agenda

Newsletter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.