O guia de eventos mais completo e atualizado do Porto

Bienal de Arte Contemporânea da Maia 2023

Bienal de Arte Contemporânea da Maia 2023

19 de maio a 15 de outubro

BIENAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA DA MAIA 2023_FOI PARA CAMINHAR QUE AQUI CHEGUEI

A Bienal

Foi para caminhar – cuidar o futuro, com sentidos despertos, pensamento flexível, disponibilidade para o novo e o fulgor de imaginar – que aqui chegamos. Para, numa dimensão humana e global, revelar um campo diverso de novas possibilidades e soluções.

A obra de arte encerra realidades que o futuro desvenda, mostrando o que está à vista, mas poucos veem. Liberta de realismos, abrindo-se a todas as possibilidades do real. A cultura, além de estimular a sensibilidade e a curiosidade sobre o desconhecido, proporciona o autoconhecimento, promove a esperança e amplia imaginários. Dessa forma, enriquece-nos com representações simbólicas que refutam as hegemonias culturais.

A Bienal de Arte Contemporânea da Maia 2023 atuará no campo das utopias-realizáveis, apresentando novos autores e temáticas diversas. Será um lugar de imaginário social, reflexão política e partilha cultural.

A seleção de obras e eventos apresentados nos diversos espaços do centro da maia pretende provocar reflexões sobre o lugar da cultura na democracia e na sociedade. Seguindo as direções do passado, e dando continuidade ao luminoso caminho percorrido, a maia continuará a ser um lugar de pensamento crítico, experiência estética, formação artística, disseminação do acesso às artes e promoção da diversidade cultural. Um lugar do valor humano, intelectual, emocional e sensorial.

O dinâmico programa da Bienal de Arte Contemporânea da Maia 2023, além de inclusivo e democrático, pretende ser transformador numa rutura com o estabelecido, reconhecendo a importância do contacto direto com as pessoas. Acreditamos que os públicos convocados para os múltiplos eventos expandirão a bienal. Enquanto mostra de arte jovem, ela reconhecerá os modos divergentes de ser jovem na sociedade contemporânea, reclamando a heterogeneidade da juventude.

A realização desta edição será mais do que um momento de afirmação da cultura contemporânea na maia, sublinhando também a importância e urgência da descentralização cultural. Queremos dar um contributo para a expansão do meio artístico nacional, revelando e explorando lugares de cultura que estão além dos grandes centros.

O programa da Bienal de Arte Contemporânea da Maia de 2023 apresenta uma variedade de eventos que contemplam a exposição central, mostras de performances, ativações performativas de obras, uma mostra de vídeo com extensão online, obras no espaço público, concertos, cursos e workshops com artistas, conversas e debates com agentes artísticos.

Nesta bienal de arte multidisciplinar coabitarão criações trans e interdisciplinares que intersectam as artes plásticas com a literatura, a música, a dança, a performance, o design e o cinema. A exposição central no fórum da maia, nos espaços circundantes e nas ruas do município será uma oportunidade para enunciar e manifestar, criando espaços de convívio, partilha e conhecimento.

As propostas de formação e criação, a ativação das instalações e as performances – entre as quais as de degustação – seguirão modelos comunitários. A investigação e criação de pratos gastronómicos, a apresentar em quatro performances e um workshop, são uma proposta de redescoberta dos produtos locais e de renovação da nossa gastronomia. O programa de arte e educação, incluindo cursos e formações orientados por artistas, propõem um debate em torno da cultura, da memória e da identidade.

Acreditamos que as práticas artísticas contemporâneas tecem relações concretas com o mundo de onde emergem. Nesta bienal convocamos o pensamento contemporâneo, os temas da arte do nosso tempo, bem como os temas que surgem de outras áreas de expressão e sociabilidade humana. Questões como a arte e ativismo contra as diversas formas descriminação (racial, sexual, religiosa, entre outras) ou a promoção da cidadania e sustentabilidade ambiental serão algumas das temáticas abordadas pelos criadores.

Locais: Fórum da Maia, Município da Maia, online

Eventos: exposições, mostra de vídeo, performances, concertos, intervenções no espaço público, residências artísticas, criações online, conversas, debates, visitas orientadas e oficinas

Áreas artísticas: artes plásticas, vídeo-arte, performance, cinema, música, som, arte digital, design, publicações de artista, literatura

Participantes: Abel Mota, Afonso Rocha, Adrien Martins, A Leste, Alice Martins, Antera Coletivo, Arcana, Artristas Coletivo, António Manso Preto, António Ónio, April, Bug Snapper, Carla Castiajo, Clara De Cápua, Carla Santos Carvalho, Carlos Trancoso, Diogo Nogueira, Dj Princesa, Fabrizio Matos, Fátima Vieira, Francisca Mortágua, Fer, Filipa Valente, Gustavo Silvamaral, Henrique Apolinário, Henrique Costa, Hotelier, Hugo Adelino, Hugo Miguel Santos, Iñaki Aires, Inês Coelho, Inês Tartaruga Água, Israel Pimenta, Ivy Lee Fiebig, Joana Mendonça, João Alves, José Filipe Alexandre, Júlia De Carvalho Hansen, Júlia De Luca, Lava, Léa Castro Neves, Leonor Parda, Leonor Arnaut, Liliana Coutinho, Liza Frank, Mariana Barrote, Mariana Camacho, Mariana Martins de Oliveira, Mathias Gramoso, Maria Paz, Mariana Couto, Miguel Ngelo Marques, Movimentos Bruxos, Nahir Capêlo, Nika, Nenaza, Olmo, Osíidéto, Paula Lopes, Pedra No Rim, Pedro André, Pedro Moraes, Peyvand پیوند , Pisitakun Kuantalaeng, Problemátiko System, Ruca Bourbon, Teresa Bessa, Tiago Loureiro, Sepehr Aka Rakhsh, Sirte, Sofia Leitão, Sofia Lomba, Sofia Fernandes Da Mata, Soheil Aka Deioces, Super Bronca, Susana Chiocca, Vicente Mateus, Vitor Moreira, Yasmine Moradalizadeh, Xavier Paes

Curadoria: José Maia

Promotor: Câmara Municipal da Maia, Pelouro da Cultura

Vereador do Pelouro da Cultura: Mário Nuno Neves

Chefe da divisão da cultura: Sofia Barreiros

Apoio à produção: Divisão da Cultura

Serviço educativo: Fórum da Maia

Curador: José Maia

Produção: Felícia Teixeira

Designer: José Filipe Alexandre

Webdesigner: Marta Areosa

Registo e documentação: João Brojo, Hugo Adelino e Francisco Miranda

Coordenação editorial: Guilherme Sousa

Investigação e criação de textos de apoio à curadoria: Carla Santos Carvalho

Arte educadora: Mariana Martins Oliveira – Antera Coletivo

Assistente de curadoria: Filipa Valente

Designer de espaço expositivo: Mariana Couto

Equipa de montagem: Hernâni Miranda, Renato Ferrão

Outras informações: [email protected] – 918986557

Fonte: https://www.cm-maia.pt/institucional/agenda/evento/bienal-de-arte-contemporanea-da-maia-2023

Bienal de Arte Contemporânea da Maia 2023

Data

19 Mai 2023 - 15 Out 2023
Desde

Localização

Fórum da Maia
R. Eng. Duarte Pacheco, 4470-136 Maia
Website
https://agendaculturalporto.org/agenda-forum-maia/
Segue a Agenda no Instagram!

Newsletter

Translate »