O guia de eventos mais completo e atualizado do Porto

Alice Boman - Hard Club

Alice Boman – Hard Club

Alice Boman – Hard Club

Alice Boman tem pensado muito sobre o espaço ultimamente. O silêncio entre os sons, os laços tácitos entre os humanos, a enormidade do universo e o seu lugar dentro dele. “Escrever ainda é uma maneira de me entender”, explica Boman. “Como uma pensadora excessiva, há esse movimento constante na minha cabeça, então ajuda-me sentar e escrever sobre isso para realmente entender o que sinto ou penso. Ou apenas para encontrar a quietude.”
Podemos acompanhar essas mini epifanias em The Space Between, o impressionante novo álbum da cantora e compositora sueca. Ruminando sobre intimidade e angústia existencial, ouvir é ouvir os pensamentos de Boman desdobrando-se em tempo real, nas suas contemplações silenciosas encapsuladas em arranjos simpáticos criados em colaboração com o produtor Patrik Berger (Robyn, Lana Del Rey).

Berger também produziu seu álbum de estreia em 2020, Dream On, que recebeu muitos elogios pelas suas paisagens sonoras imersivas, mas surpreendentemente íntimas. E, no entanto, apesar de toda a aclamação, a sua ascensão acabou por ser impedida quando o mundo fechou em março. “Quando o COVID chegou, tive que cancelar tudo”, lembra Boman. “E embora eu saiba que algumas pessoas usaram esse tempo para começar a escrever, simplesmente não consegui encontrar nenhuma inspiração.”
No outono de 2021, Boman recuperou e, naquele inverno, ela e Berger começaram a procurar estruturas musicais, com o baterista Nils Törnqvist. Foi uma experiência tão produtiva que eles abandonaram o seu plano inicial de fazer pré-produção e, em vez disso, reservaram uma semana no estúdio de Berger em Estocolmo, trabalhando intensamente, com Boman tendo até reservando uma sessão de cura dos chakras num hotel próximo do estúdio para que ela pudesse permanecer na esfera criativa sem ter que interromper o seu flow. “Foi um processo tão lúdico”, lembra ela. “Eu e Patrik tocamos juntos em sintetizadores separados em muitas das músicas – apenas improvisando e experimentando coisas. Acho que se pode realmente sentir isso na produção.”

Embora mais reduzido do que originalmente planeado, The Space Between ainda abrange uma paleta mais ampla do que Dream On. Imbuídos num calor envolvente que irradia dos vocais leves de Boman, os arranjos são levemente embelezados com guitarra cintilante (‘Space’), acordeão (‘Night and Day’), cintilantes, efeitos de caixa de música (‘On and On’) e sons suaves latão, baixo na mistura (‘Em breve’). Para ‘Feels Like A Dream’, os vocais adicionais foram fornecidos por Perfume Genius, uma colaboração que surgiu via Instagram e foi gravada à distância.
“Sou fã dele há muito tempo”, explica Boman. “Eu amo a voz dele – é tão especial. Inicialmente, eu queria que nos harmonizassemos, mas adorei como a música acabou, com cada um de nós tendo os seus versos separados e cantando juntos no final.
Com os vocais praticamente sem adornos, o foco recai diretamente nas letras de Boman, que foram escritas a partir da perspectiva profundamente pessoal de alguém estabelecido num relacionamento e a aprender a ser vulnerável com o seu parceiro.
O álbum é uma viagem, traçando o progresso de Boman do medo (‘Honey’, ‘Maybe’) para o “lugar de ternura” que ela finalmente chega em ‘Space’, a requintada faixa final do álbum. É uma jornada que ela espera que os ouvintes compartilhem, encontrando conforto na comunidade. Porque, como Boman sabe muito bem, quando a vida fica mais do que o conseguimos suportar, temos sempre a música.

A música de Boman apareceu na série Transparent da Amazon, Wanderlust da HBO e 13 Reasons Why da Netflix.

 

EN

Alice Boman has been thinking about space a lot lately. The silence between sounds, the unspoken bonds between humans, the enormity of the universe and her place within it. “Writing is still a way for me to understand myself,” Boman explains. “As an overthinker, there’s this constant motion in my head, so it helps to sit down and write about it to actually understand what I feel or think. Or just to find stillness.”

You can follow these mini epiphanies on The Space Between, the Swedish singer-songwriter’s stunning new album. Ruminating on intimacy and existential angst, to listen is to hear Boman’s thoughts unfurl in real time, her quiet contemplations cocooned in sympathetic arrangements created in collaboration with producer Patrik Berger (Robyn, Lana Del Rey).

Berger also produced her 2020 debut album, Dream On, which received widespread praise for its immersive yet startlingly-intimate soundscapes. And yet, for all the acclaim, its ascent was ultimately impeded when the world shut down that March. “When COVID came, I had to cancel everything,” Boman recalls. “And while I know some people used that time to go straight into writing, I just couldn’t find any inspiration.”

By the fall of 2021 Boman had rallied, and that winter she and Berger started looking at song structures, recording a jamming session with drummer Nils Törnqvist. It proved such a productive experience they abandoned their initial plan to undertake a detailed pre-production, and instead booked a week at Berger’s studio in Stockholm, working intensively, with Boman even booking a chakra healing session, and a hotel next to the studio so she could remain in the creative sphere without having to break her flow.  “It was such a playful process”, she recalls. “Me and Patrik played together on separate synths on a lot of the songs — just improvising and trying out stuff. I think you can really feel that in the production.”

Though more pared back than originally planned, The Space Between still sees Boman working with a broader palette than that of Dream On. Imbued with an enveloping warmth which radiates from Boman’s gossamer-light vocals, arrangements are lightly embellished with shimmering guitar (‘Space’), accordion (‘Night and Day’), twinkling, music box effects (‘On and On’) and muted brass, low in the mix (‘Soon’). For ‘Feels Like A Dream’ additional vocals were provided by Perfume Genius, a collaboration that came about via Instagram and was recorded at a distance.

“I have been a fan of his for a long time,” Boman explains. “I love his voice – it’s so special. Initially I wanted us to harmonise with each other but I love how the song turned out, with us each having our separate verses, and singing together at the end.”

With vocals left largely unadorned throughout, the focus falls squarely on Boman’s lyrics, which were written from the deeply personal perspective of someone settled within a relationship, and learning to be vulnerable with their partner.

The album is very much a journey, charting Boman’s progress from fear (‘Honey’, ‘Maybe’) to the “place of tenderness” she ultimately arrives at on ‘Space’, the album’s exquisite closing track. It’s a journey she hopes listeners will share in, finding comfort in community. Because as Boman knows all too well, when life gets too much, there’s always music.

Boman’s music has featured in smash Amazon series Transparent, HBO’s Wanderlust, and Netflix’s 13 Reasons Why

 

Bilhetes

Alice Boman – Hard Club

Data

29 Abr 2023
Desde

Hora

21:30
Hard Club Porto

Localização

Hard Club Porto
Praça do Infante D. Henrique Porto, Portugal
Website
https://www.hardclubporto.com/PT/
Segue a Agenda no Instagram!

Newsletter

Deixe um comentário

Translate »