Sete Dias com os Media

7 dias com os Media: junte-se à iniciativa

Desde 2013 que o GILM – Grupo Informal sobre Literacia Mediática lança anualmente, na semana de 3 a 9 de maio, os 7 Dias com os Media. Esta é uma operação que convida cidadãos e instituições a promoverem alguma forma de ação, reflexão e/ou discussão sobre os media, o seu papel e efeitos na vida individual e coletiva.

Nestes tempos de pandemia COVID-19, em que a permanência em casa e o distanciamento social são altamente recomendáveis, os media, sempre fundamentais para a perceção da realidade que nos rodeia, assumem um papel ainda mais reforçado e central na construção dessa mesma perceção, constituindo quase a “única janela para o Mundo” de que dispomos.

Devido a essas circunstâncias, a iniciativa foi alterada para 7 Dias com os Media 2020 sem sair de casa. Por isso, sugerimos que a partir de casa, as famílias ou diferentes atores em interação online – professores com os seus alunos, alunos com outros colegas de escola, de universidade, membros de associações, vizinhos, órgãos de comunicação social – criem ou adiram a alguma atividade enquadrada na iniciativa.

O tema e o tipo de atividade a concretizar são livres.  Podem também assumir carácter individual, se for essa a preferência. Todas as conjugações são permitidas e bem-vindas! Apenas se exige que tenham como foco o uso competente, crítico e responsável dos media por parte dos cidadãos, seja enquanto recetores, seja na sua qualidade de produtores de conteúdos, designadamente através das redes sociais.

 Pela parte do GILM decidimos preparar um conjunto de desafios a lançar diariamente, na semana de 3 a 9 de maio!

Estamos a viver um contexto excecional onde até o contacto com todos os que não vivem connosco se faz, quase exclusivamente, através dos meios audiovisuais e online, onde o uso das redes sociais se intensificou, a informação está constantemente a ser partilhada sem filtros e há, naturalmente, um clima de grande incerteza, desconhecimento e ansiedade. A desinformação e as notícias falsas proliferam, com o risco de causar danos sociais, nomeadamente em termos de saúde pública. Por isso, os desafios que vamos lançar serão centrados nos temas da Desinformação e Fake News e da Segurança Online.

Todos os que se quiserem associar aos 7 Dias com os Media 2020 sem sair de casa podem aderir a algum ou vários destes desafios. Ou, se preferirem, criar atividades sobre aqueles ou quaisquer outros temas que se enquadrem nos objetivos referidos no início.

O fundamental é mesmo aderir à iniciativa! E sem sair de casa, como é conveniente nesta fase da nossa vida!

Pedimos só que procedam ao respetivo Registo.

Podem também enviar-nos testemunhos da atividade realizada – sob a forma de desenho, de fotografia, de cartaz, de notícia, de vídeo, de podcast… – diretamente para o endereço 7diasmedia@gmail.com.

Esses materiais, desde que enquadrados na iniciativa e com as devidas autorizações, serão publicados neste sítio e com possibilidade de ser partilhados nas respetivas redes sociais.

___________________________________________________

Grupo de Trabalho 7 dias com os Media 2020
– Adelaide de Jesus e Bruna Afonso (Entidade Reguladora para a Comunicação Social)
– Alexandra Lorena (Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros)
– Anna Paula Ormeche (Comissão Nacional da UNESCO)
– Margarida Toscano (Rede de Bibliotecas Escolares)
– Sofia Rasgado (Centro Internet Segura)
– Susana Tavares (Direção-Geral da Educação)

Fonte: http://www.7diascomosmedia.pt/

Debate 7 dias com os media

Sabe qual é a origem do nome Castelo do queijo ou da expressão “Fino como o alho”?

Sabia que até meados do século XVI, os membros da nobreza estiveram proibidos de viver no Porto.

Curiosidades, factos históricos e muito mais…

Atividades e Eventos

O que fazer com a familia este fim de semana…Atividades e Eventos no Porto para miúdos e graúdos.(…) 

Música ao Vivo

Os melhores locais com música ao vivo onde reinam os sons do jazz e do blues na Cidade do Porto (…)
Sabe qual é a origem do nome Castelo do queijo ou da expressão “Fino como o alho”? (…)