Visitar 10 Museus sem Sair de Casa

Exposições Virtuais e Gratuitas

Em tempos de confinamento, aproveite para visitar virtualmente alguns dos melhores museus mundiais e, quem sabe, planear uma das suas próximas viagens.

Uma boa forma de não se isolar completamente do mundo e ainda estar a par da cultura actual. E ainda melhor, sem filas e com acesso gratuito.

Clica no nome de cada museu para aceder ou visita o Google Arts & Culture, um projecto da Google que mapeia o interior de diversos museus e espaços destinados à arte e cultura no mundo, com riqueza de detalhes de diversas peças em exposição. Um Google Street View inteiramente dedicado à arte. 

Eternizado nas cenas do filme “Ferris Bueller’s Day Off – O Rei dos Gazeteiros”, o Art Institute of Chicago é um dos mais impressionantes museus da cidade e tem um dos melhores acervos do mundo, especialmente do período impressionista. São mais de 300 mil peças guardadas pelos dois leões de bronze que encantam os visitantes na entrada do prédio. O museu é tão grande que se perde facilmente em tamanho apenas para o Metropolitan de Nova York. Um dos mais disputados quadros do museu é a obra American Gothic, pintada pelo americano Grant Wood em 1930.. Os áudios disponíveis do museu também estão acessíveis online. Óptimo para saber mais sobre cada obra.

O museu virtual está disponível em inglês.

O Museu Casa de Anne Frank, localizado em Amsterdão, conta a história da menina de origem judaica que se refugiou com a família na casa de vizinhos que os protegeram durante a invasão nazi aos Países Baixos, em 1942. Virtualmente é possível assistir a diversos vídeos sobre a vida e o diário de Anne Frank, visitar a sala onde ela e a família ficaram escondidas por mais de dois anos durante a Segunda Guerra Mundial e também a casa onde moravam antes da grande guerra. Quem tiver disponível óculos de realidade virtual poderá usá-los numa sessão especial.

O museu virtual está disponível em inglês, espanhol, holandês e alemão. Há uma galeria especial em português e outras 19 línguas. A sessão de realidade virtual também está disponível em português. O museu também pode ser visto no Google Arts & Culture.

O Museu do Louvre faz parte da lista de desejos de muitos viajantes e ele é mesmo sensacional! Apesar das longas filas que são comuns e da corrida incansável para chegar à Mona Lisa, o Louvre deve e merece ser visitado com calma. Aproveite então o passeio virtual para conhecer detalhes das obras (algumas delas em alta resolução e ricas em detalhes) e corredores sem as dezenas de pessoas a tirar selfies ao seu lado. A visita virtual ao Louvre precisa de instalação do Flash (para quem ainda não tem disponível no computador). O Louvre não está entre os melhores sites de museus virtuais, mas certamente está entre os melhores museus do mundo. Não perca a visita!

O museu virtual está disponível em francês, inglês, espanhol e outras línguas.

Saudades de uma boa viagem? O Museu Aeroespacial de Washington oferece aos visitantes uma viagem incrível! Com o maior acervo de aeronaves e naves espaciais do mundo, o museu hipnotiza os visitantes com enormes salões decorados do chão ao teto. São tantos exemplares originais e importantes que é até difícil enumerá-los. Eles vão do avião dos irmãos Wright ao Módulo Lunar LM-2. Os materiais expostos não se restringem a aeronaves. Há exemplares de foguetes, sondas, câmaras que registaram imagens do espaço, satélites, meteoritos e até um pedaço da rocha lunar que pode ser tocado pelos visitantes.

O museu virtual está disponível em português, inglês, espanhol, francês, italiano e outras línguas.

O Museu Britânico abriga mais de 6 milhões de objetos importantes para a cultura mundial, motivo que atrai uma enorme quantidade de visitantes todos os anos. Percorrer todas as secções do museu pode levar alguns dias, mesmo online. Aproveite para ver com calma as peças do acervo disponíveis no site e também detalhes sobre cada uma das galerias. Para uma visita mais realística, siga os passos por dentro dos corredores do British Museum através do Google Arts & Culture. Por lá há também algumas exposições online.

O museu virtual está disponível em inglês.

O Louvre é maravilhoso, mas o d’Orsay é favorito de muitos turistas que passam por Paris. Com um tamanho mais compacto (funciona dentro de uma magnífica estação ferroviária construída em 1900) e acervo mais acessível, o d’Orsay costuma ser mais fácil de percorrer. O espaço apresenta a arte da França, Europa e Estados Unidos no período de 1848 a 1914. Virtualmente é possível conhecer mais sobre o acervo e história da arte em diversos vídeos educativos e ainda percorrer os corredores e ver em detalhes as principais obras por meio do Google Arts & Culture.

O museu virtual está disponível em francês, inglês, espanhol, alemão e italiano.

O Metropolitan é um dos maiores e mais completos museus da cidade de Nova York. Queridinho entre os turista e visita quase certeira para quem vai a primeira vez à cidade, o MET vale horas de passeio pessoalmente e também online. No site do museu há vídeos disponíveis que mostram o Metropolitan em 360º, com direito a ótima trilha sonora. Nos vídeos é possível comandar a direção e assim olhar o museu pelo ângulo que você desejar. Além dos vídeos em 360º, o site do MET oferece também diversos vídeos, textos e fotos sobre a história das obras disponíveis no museu, os bastidores do lugar e detalhes das exposições. Pelo mapa do museu disponível no site é possível saber mais sobre cada sala do MET.

Outra maneira de ver o Metropolitan de NY é pela página do Google Arts & Culture, que oferece visita virtual de diversas sessões do museu em 360º, como se fosse um Google Street View de arte.

O museu virtual está disponível em inglês.

Um dos mais belos museus da cidade de São Paulo, a Pinacoteca é um deleite para os olhos. O antigo prédio Liceu de Artes e Ofícios, projectado no final do século XIX, já seria o suficiente para merecer um passeio virtual. No entanto, a Pinacoteca vai mais além e apresenta um belíssimo acervo, que começou com apenas 26 quadros e hoje conta com mais de 9.000 obras de arte. O destaque é a colecção de artistas brasileiros, especialmente dos séculos XIX e XX, entre eles: Benedito Calixto, Pedro Alexandrino, Victor Meirelles, Eliseu Visconti, José Ferraz de Almeida Junior e Anita Malfatti. Poderá conferir detalhes de diversas obras online e também visitar os corredores do museu através do Google Arts & Culture, com destaque para a obra Mestiço, de Candido Portinari.

O museu virtual está disponível em português, inglês e espanhol.

Florença é uma cidade que respira arte e a Galeria Uffizi é um prato cheio para explorar obras de grandes génios italianos. O museu conta com diversas esculturas, a maioria produzida entre os séculos XII e XVII, e obras de artistas como Botticelli, Leonardo da Vinci, Michelangelo e Rafaello. As atracções principais estão na Sala Botticelli, onde podem ser vistos os quadros A primavera e O Nascimento de Venus. Na sala dedicada ao icónico Leonardo da Vinci estão as obras Anunciação e A Adoração dos Magos. Já na saída, outra surpresa: na sala Caravaggio, encontramos a conhecida Medusa. Tudo isso pode ser visto percorrendo os corredores do museu pelo Google Arts & Culture. No site do museu, pode ainda ver exposições online e alguns dos mais importantes trabalhos em fotos com alta resolução, onde cada detalhe das pinceladas pode ser visto.

O museu virtual está disponível em inglês e italiano.

O Museu Arqueológico de Atenas é uma visita imperdivel para quem vai à capital da Grécia, mas também merece a sua visita online. O espaço preserva boa parte do que restou dos adornos da Acrópole de Atenas, além de outras construções e obras de arte importantes para o país e toda a civilização ocidental. Inaugurado em 2009 – o primeiro museu foi fundado em 1878 -, o moderno prédio possui várias galerias lindíssimas, entre elas a que expõe cinco Cariátides. O site do Museu da Acrópole não é dos melhores, mas o passeio pelo museu no Google Arts & Culture ajuda a dar um gostinho do que é o lugar.

O museu virtual está disponível em inglês, francês, italiano, espanhol, grego, alemão e outras línguas.

Visitar 10 Museus sem Sair de Casa

Newsletter

Sabe qual é a origem do nome Castelo do Queijo ou da expressão “Fino como o alho”? (…)

Tours no Douro

Disfrute de um cruzeiro panorâmico pelo Douro. Visite as Adegas  Navegue pelo rio Douro ao longo da rota dos antigos Barcos Rabelos.
Aqui pode encontrar as melhores casas de fado da cidade. Espectáculos de fado (Segunda a Domingo)
música ao vivo
Onde ouvir Jazz & Blues no Porto
Agenda Cultural do Porto
Eventos no Porto Hoje!
Eventos Nocturnos
O que fazer hoje a Noite no Porto
para miúdos e graúdos
Agenda Infantil do Porto
previous arrow
next arrow
Slider

Agenda Cultural do Porto

Visitar 10 Museus sem Sair de Casa