Coleção Municipal de Arte: Conheça as quatro novas obras que completam Aquisições 2020

A Coleção Municipal de Arte adquiriu quatro novas obras de arte contemporânea, a quatro galerias da cidade, no âmbito do projeto Aquisições.

Coleção Municipal de Arte: Conheça as quatro novas obras que completam Aquisições 2020
Corpo em submissão_2 Domingos Loureiro

Corpo em submissão_2

Mdf escavado e pintado
203x306cm (seis módulos de 100x100cm cada)

Galeria João Lagoa, Porto

Sugerida por:
Fátima Lambert, Nuno de Campos, Paula Pinto
 

Domingos Loureiro

1977, Valongo

Domingos Loureiro é doutor em Arte e Design pela Universidade do Porto. Acumula a sua atividade de artista visual com a de Professor Auxiliar na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, no Departamento de Artes Plásticas – Pintura. Investigador Integrado do Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade. Acumula diversos cargos e funções associados à Academia e é autor e editor de diversos documentos científicos e académicos, nomeadamente taos como Painting and Teaching: reflexions inside the university (2017) e Painting and Research: Reflexions beyond Thinking and Practice (2017).
 
Coleção Municipal de Arte: Conheça as quatro novas obras que completam Aquisições 2020
Mão viciada Luísa Abreu

A Corrida (Auto-estrada, Mão viciada, Bandeira de marcação, Cerca, Bandeira Dupla, Sombra e grelha)

Acrílico sobre madeira, pasta de polímero, madeira, spray sobre chapa e rede de metal, vinil de recorte, vareta e tinta de esmalte.
Dimensões variáveis.

Galeria 117, Porto

Sugerida por:
Fátima Lambert, Nuno de Campos, Paula Pinto

Luísa Abreu

1988, Amarante

Vive e trabalha no Porto. É cofundadora do Núcleo de Investigação PARALAXE – um projeto de criação e investigação entre a prática artística e a investigação científica, decorrendo a primeira edição no Instituto Geofísico. Integra recentemente o painel de investigadores do i2ADS da Faculdade de Belas Artes do Porto. É programadora e artista com o colectivo Rua do Sol com quem gere o espaço independente Galeria do Sol, no Porto. É representada pela Galeria sala117.
Em 2020, apresentou no Porto a exposição individual A Corrida, na Galeria sala117, participou no número 4 da Revista DOSE e em várias exposições coletivas –lançamento da revista Dose no 5, na Balcony Gallery (Lisboa); Via Aberta no Mota Galiza (Porto); e Poético ou Político?, da Mupi Gallery do Maus Hábitos, apresentada nas ruas da cidade do Porto.
Apresentou as exposições individuais X, na Mupi Gallery, do Maus Hábitos (Porto) em 2018 e a Foge-se em grupo porque assim se foge melhor, na Galeria SALA 117 (Porto) em 2017. Tem integrado diversas exposições coletivas, desde 2009, como O caminho que corre pelo silêncio, no Espaço Mira (Porto); I will take the risk, no Tomaz Hipólito Studio (Lisboa) ou Problemáticas do Lugar, Silo-Espaço Cultural, Porto (2019) entre muitas outras.
Participou também em várias residências artísticas como a PARALAXE, no Instituto Geofísico da U.P. (Vila Nova de Gaia) em 2020, a InResidence – residência de dança contemporânea com a Noé Dance Studios (Gerês) em 2020 ou a Encontratre (Amares) em 2019.
Licenciada em 2011 pela FBAUP em Artes Plásticas Multimédia, terminou o último ano ao abrigo do programa Erasmus na HfBKD em Dresden, Alemanha, tendo concluído o Mestrado em Artes Plásticas pela ESAD CR. Em 2016 foi seleccionada para o Jovens Criadores do Clube Português de Artes e Ideias.
 

Coleção Municipal de Arte: Conheça as quatro novas obras que completam Aquisições 2020
Great Mallow Reserve (with Bin Koh) - Alice dos Reis

Great Mallow Reserve (with Bin Koh)

Painel de BD em impressão digital sobre papel Hahnemüle 300mg (Tríptico)
Ed. 3/3 + 2 PA
185 x 150 cm

Galeria Lehmann + Silva, Porto

Sugerida por:
Fátima Lambert, Nuno de Campos, Paula Pinto
 

Alice dos Reis

A artista Alice dos Reis vive e trabalha entre Amsterdão e Lisboa. É mestre em Fine Arts pelo Sandberg Instituut da Rietveld Academy como bolseira da Fundação Gulbenkian.
Apresentou o seu trabalho em várias exposições individuais e coletivas em instituições e galerias na Europa e na Austrália, nomeadamente o Museu MAAT (Lisboa), EYE Film Museum (Amesterdão), Museu de Arte Contemporânea de Serralves (Porto), Display (Praga), Neverneverland (Amsterdão), Seventh Gallery (Melbourne), San Seriffe (Amsterdão), Galeria Municipal do Porto (Porto), Galerie InSitu (Paris) e Galeria Lehmann + Silva (Porto).
Os seus filmes foram apresentados em plataformas como Vdrome e Museum of the Moving Image (NY) e festivais de cinema como Lo schermo dell’arte Film Festival (Florença), DocLisboa e Indie Lisboa. Em 2019, foi vencedora do Prémio Novo Banco Revelação.
Coleção Municipal de Arte: Conheça as quatro novas obras que completam Aquisições 2020
Biovirtual, body-performance” (1982-2019), de Silvestre Pestana

Biovirtual, body-performance

Fotografia a preto e branco, luzes fluorescentes
Diptico, cada elemento
100 x 100 x 16 cm
Edição de 1 (+ 1 vintage)
 
Galeria Nuno Centeno, Porto
 
Sugerida por:
Fátima Lambert, Nuno de Campos, Paula Pinto
 

Silvestre Pestana

Silvestre Pestana é um poeta, artista plástico e performer. Criou, desde os finais dos anos 1960, uma obra singular numa diversidade de disciplinas. Sublinhando o uso pioneiro do desenho, da colagem, da fotografia, da escultura, da instalação, do vídeo e da performance para confrontar a relação entre sociedade, arte e tecnologia.
Teve a sua primeira grande exposição no Museu de Arte Contemporânea de Serralves, intitulada Silvestre Pestana: Tecnoforma, comissariada por João Ribas.

 

Estes trabalhos integram um grupo total de dezasseis obras adquiridas ao longo de 2020. Todas as aquisições deste ano podem ser conhecidas no website Pláka.

O projeto Aquisições privilegia a documentação da prática artística do Porto através da aquisição de novas obras a integrar na Coleção Municipal de Arte. As novas aquisições decorrem de recomendações realizadas ao município por um grupo de especialistas em diferentes domínios da arte contemporânea que acompanha e avalia projetos artísticos apresentados em contexto de galeria ao longo do ano.
O projeto parte de um orçamento anual de 100 mil euros e tem como principais objetivos dinamizar a Coleção Municipal de Arte, valorizar o património artístico do Porto e documentar a memória da prática artística da cidade.
As obras de arte adquiridas integrarão as reservas municipais e poderão posteriormente aí ser visitadas.

 

Coleção Municipal de Arte: Conheça as quatro novas obras que completam Aquisições 2020

Fica a par das novidades!

Palácio da Bolsa do Porto

Centro Histórico
Monumento nacional, situado no centro histórico da cidade do Porto, classificado como Património Mundial pela UNESCO. O Palácio da Bolsa, com 180 anos de história, é um local único, estando entre os monumentos mais visitados no Norte do país. 
Sabe qual é a origem do nome Castelo do Queijo ou da expressão “Fino como o alho”? (…)
jardim botanico porto

Os melhores Jardins e Parques do Porto

Espaços Verdes

Relaxe nos melhores Jardins e Parques do Porto. Os “Pequenos Paraísos” dentro da cidade do Porto. Para fazer caminhadas ou correr, passear os cães ou simplesmente ler um bom livro. 

 

música ao vivo
Onde ouvir Jazz & Blues no Porto
Agenda Cultural do Porto
Eventos no Porto Hoje!
Eventos Nocturnos
O que fazer hoje a Noite no Porto
para miúdos e graúdos
Agenda Infantil do Porto
previous arrow
next arrow
Slider
Agenda Cultural do Porto

Coleção Municipal de Arte: Conheça as quatro novas obras que completam Aquisições 2020